Fashion Paris

A incursão no guarda roupa masculino não parou por aí. Em um mundo dominado por rendas e babados, Chanel usou o tweed, material que era visto somente nas roupas dos homens, para lançar suas coleções.

Apesar de ter contado com uma ajuda masculina no início da carreira, a estilista, que prezava como ninguém a liberdade, devolveu cada centavo que foi emprestado ao seu amante. Talvez por prezar tanto o livre-arbítrio, em vez de se casar, como mandava a cartilha, Chanel nunca foi de homem nenhum. Colecionou amantes, mas não se prendeu a nenhum deles.

Quebrar regras em um mundo onde a mulher não tinha vez foi com certeza um dos seus maiores legados. A gente só espera que esse movimento no mundo da moda não se torne nunca assunto da coleção passada.

bola_pfw celine1 chanel chloe dior dries givenchy lanvin stella unnamed-1 valentinobailman chanel-spring-2015-show-paris-fashion-week-640x387

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply